Prémios de Mestrado 2018

A SPECO lança, pela primeira vez, um prémio para recém mestres como forma de valorizar o trabalho desenvolvido pelos jovens ao longo do seu mestrado. Este prémio só é possível devido à capacidade com que algumas unidades de investigação encararam esta proposta da SPECO. A criação destas medidas de incentivo e valorização de trabalhos desenvolvidos por mestrandos em território nacional dentro das áreas de investigação das unidades pode potenciar maior colaboração e intercâmbio de jovens.

À semelhança do prémio de doutoramento, este é um programa posto a concurso, que será escrutinado por um júri idóneo que, com criteriosa seriedade avaliará as propostas submetidas. Serão postos a concurso três áreas de Ecologia: Ecossistemas de Montanha, Ecologia de Sistemas Aquáticos e Serviços dos Ecossistemas Marinhos atribuídos, respectivamente, pelo CIMO (Centro de Investigação da Montanha), MARE (Centro de Ciências do Mar e do Ambiente) e CIIMAR (Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental). Os jovens mestres terão de ser sócios da SPECO e terão à sua disposição um regulamento exigente, mas transparente, que pretende funcionar como incentivo à investigação ecológica. Será atribuído um prémio monetário, no valor de 500€, para o primeiro classificado e duas menções honrosas para o segundo e terceiro classificados. A unidade de investigação e/ou instituição em causa poderá ainda acrescentar novas vertentes aos prémio em cada edição. Os três candidatos terão ainda direito a 2 anos de quotas pagas enquanto sócios da SPECO e os resumos das teses poderão ser publicados na Revista Ecologi@, revista online da SPECO.

Estes prémios são exemplos des parcerias empenhadas num exercício consistente de desenvolvimento científico e social. É mais um passo que a SPECO procura dar em prol da formação em ecologia que, mais uma vez, temos de agradecer, robustecer e mobilizar esforços, para que esta iniciativa se firme e afirme, cresça e frutifique.

 

 A Direcção da SPECO

Professora Doutora Maria Amélia Martins-Loução

(Presidente)