Iniciativas

Eventos Ecology Day 2018

 logo ecology day 30 05 2017

 

Ecologia para um Desenvolvimento Sustentável

Debate | 14 Setembro 2018 | 17h30 - 19h00 | Caleidoscópio | Entrada livre

 

CartazDebateEcologyDay2018 final
O conceito de Desenvolvimento Sustentável nasceu há 30 anos com o lançamento do Relatório de Bruntland intitulado “O Nosso Futuro Comum”. Actualmente, é considerado um desígnio global, de acordo com os objectivos do Desenvolvimento Sustentável, da Organização das Nações Unidas, sendo encarado, a nível nacional, como uma meta da Agenda 2030.

A transversalidade do conceito é um imperativo que representa uma enorme vantagem para a sua abordagem e disseminação. Hoje, desenvolvimento sustentável e/ou sustentabilidade faz parte do léxico comum de toda a sociedade, ávida de consumo desregrado. Apesar deste conceito ter subjacente a consciencialização dos limites ecológicos da exploração humana, não significa por isso que se diminua a pressão exercida sobre os recursos naturais. A Ecologia, como ciência transversal e holística, pode dar respostas que permitem apoiar políticas públicas de sustentabilidade. De que modo? Perante as alterações globais, quais preocupações sociais que poderão ser respondidas através duma abordagem ecológica? Como é que a ecologia pode recrutar jovens capazes de fomentar uma cidadania activa? Como é que do ponto de vista económico se chega a um desenvolvimento sustentável?

 

Estas e outras questões serão abordadas por um painel de convidados nomeadamente:

Paulo Alexandre Ferreira, Secretário de Estado Adjunto e de Comércio (a confirmar)

Susana Fonseca, ZERO - Associação Sistema Terrestre Sustentável

Tiago Martins de Oliveira, Chefe da Estrutura de Missão para o Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais

Helena Freitas, Professora Catedrática da Universidade de Coimbra

Luisa Schmidt, Investigadora Principal do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Apresentado por Maria Amélia Martins-Loução, Presidente da SPECO

Moderado por José Vitor Malheiros

 

 

 

 

Em actualização

 

 

Quer inscrever um evento ou actividade?  Inscrição Ecology Day 2018

Historial Ecology Day

 logo ecology day 30 05 2017

 

Há dois anos (2016), a European Ecological Federation (EEF) estabeleceu o dia 14 de Setembro (dia em que Ernst Haeckel definiu Ecologia) para celebrar oficialmente a Ecologia, como ciência, na Europa. Em 2017 a SPECO lançou o Dia da Ecologia em Portugal, com o alto patrocínio da Comissão Nacional da UNESCO. Este ano, a EEF fez um convite oficial a todas as sociedades europeias para se associarem à iniciativa (https://www.facebook.com/ecologyday).

 

Para consulta:

Ecology Day: 14 de Setembro 2017

Ecology Day: Relatório de Actividades 2017

 

 

Primavera silenciosa

Primavera silenciosa

Estaremos nós a caminhar para uma Primavera silenciosa depois destas tempestades invernosas dos últimos dias?

"A Primavera Silenciosa é uma obra clássica de 1962, onde a bióloga americana Rachel Carson alertou para o efeito nefasto do insecticida DDT e de outros pesticidas no ambiente, em geral, e na saúde humana, em particular. As suas obras, e em particular este emblemático livro, despertaram uma consciência ambiental global e a base do movimento que levou à regulamentação, fiscalização e utilização dos pesticidas. Trinta anos mais tarde, John Richard Krebs, biólogo inglês, lançou, na revista científica Nature, outro alerta para o que intitulou a segunda Primavera silenciosa. Neste caso, referia-se sobretudo à perda de diversidade biológica, particularmente da paisagem inglesa, em resultado da intensificação e extensificação da agricultura com monoculturas. E em Portugal? Trinta anos após este último grito inglês de alerta, estaremos nós a caminhar para uma Primavera silenciosa depois destas tempestades invernosas dos últimos dias? Os alertas são frequentes e constantes, tanto nos jornais como nas redes sociais. Mas o autismo mantém-se: a sociedade urbana, apesar de estar sensível, considera que o problema não é seu; a sociedade rural transmite estes mesmos alertas, faz o que pode, mas o seu sustento fala mais alto; os governantes alicerçam-se em números, índices de economia e de satisfação do povo, e no cumprimento de regras, nacionais e europeias. As paisagens portuguesas estão feridas. Feridas com diferente gravidade, mas que urge sarar e tratar profundamente."


Leia o artigo completo no Público: 
https://www.publico.pt/2018/03/14/ecosfera/opiniao/primavera-silenciosa-1806337

Seja o "eco" da SPECO

 

Quem procuramos?

Procuramos sócios jovens, entusiastas, que queiram actuar como membro “eco” da SPECO. A sua função será a de promover activamente a SPECO na sua área geográfica, local de trabalho, instituição, de forma a recrutar mais sócios e aumentar a nossa comunidade e a nossa visibilidade.

 

O que precisa de fazer?

Dê a conhecer a SPECO e as suas atividades e divulgue os benefícios de ser sócio.

Promova a adesão de, pelo menos, um novo sócio e reporte-nos como isso aconteceu.

 

O que ganha com isto?

Passa a estar isento do pagamento de quotas.

Terá acesso a materiais de promoção.

Terá condições privilegiadas de acesso a formações, conferências científicas e outras actividades.

 

Como se pode candidatar?

Envie o seu CV, uma curta carta de motivação, e uma ideia de como angariar mais sócios para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Prémio de Doutoramento em Ecologia Fundação Amadeu Dias 2018

Prémio Doutoramento em Ecologia 2018

 

Em 2018, a SPECO continua a iniciativa, lançada pela primeira vez em 2017, de oferecer um prémio para recém doutorados, como forma de valorizar o trabalho desenvolvido ao longo do seu programa doutoral. Este prémio só é possível devido à generosidade de uma Fundação privada, a Fundação Amadeu Dias, desperta para os desafios do interesse público que, numa feliz convergência de função social e de lucidez, foi possível encaminhar para satisfazer um sonho de há muito.

Esta é, pois, uma maneira de valorizar o trabalho dos nosso jovens doutores, através de um programa posto a concurso, que será escrutinado por um júri idóneo que, com criteriosa seriedade, avaliará as propostas submetidas. Os jovens doutorados terão de ser sócios da SPECO e terão à sua disposição um regulamento exigente, mas transparente, que pretende funcionar como incentivo à investigação ecológica. Este ano serão atribuídos três prémios monetários, no valor de 2500€, 1500€ e 1000€, respectivamente aos primeiro, segundo e terceiro classificados.

À semelhança do ano passado, este prémio é o resultado de um fundo de recursos adicionais, colocado à disposição de quem do mérito der provas, para que possa valorizar o esforço desenvolvido durante o seu trabalho de doutoramento. Representa, acima de tudo, um exemplo de parceria empenhada num exercício consistente de desenvolvimento científico e social, graças ao atento patrocínio da Fundação Amadeu Dias. São pequenos passos como estes que são significativos e que temos de agradecer, para que esta iniciativa se continue a afirmar, robustecer e amadurecer.

 

            A Direcção da SPECO

Professora Maria Amélia Martins-Loução

(Presidente)

 

Período de candidatura: 1 de Março de 2018 a 30 de Junho de 2018

Documentos:

Regulamento

Formulário de candidatura