top of page
banners speco_Prancheta 1 cópia 2.jpg

Pergunta a um Ecólogo

capa (com logo ctt).png

É com muito gosto que tornamos a lançar o projecto.

Ao fim da experiência do ano transacto, o interesse e motivação de estudantes e professores justificam esta continuação e alargamento a mais escolas para este ano. Este é um projecto que estabelece uma ponte entre as escolas e os ecólogos, assente no espírito crítico, no estímulo à expressão escrita e na promoção de uma cidadania ambiental activa.

A SPECO reúne centenas de ecólogos dedicados aos mais variados domínios da Ecologia em centros de investigação de Norte a Sul do país e ilhas. É membro da European Ecological Federation (EEF) e membro fundador da Sociedade Ibérica de Ecologia (SIBECOL).

 

O PROJECTO

> público e âmbito

Envolto num espírito de promoção da literacia científica, o projecto pergunta a um ecólogo é dirigido a alunos do 3º ciclo do ensino básico e visa promover o seu envolvimento e participação em temas prementes da actualidade no domínio do ambiente e ecologia.

 

> conceito

Partindo de uma base de conhecimento fidedigna, o programa é construído a partir da ligação entre os alunos e cientistas (os ecólogos) do ecossistema nacional, filiados em unidades de investigação e desenvolvimento de todo o país, por via de cartas elaboradas em contexto escolar.

 

> benefícios sociais

A metodologia aplicada no projecto não só potencia a literacia científica, espírito crítico e cidadania activa dos alunos, alinhando-os com a realidade dos diferentes desafios que o planeta enfrenta, como promove uma aprendizagem em grupo com amplos benefícios sociais.

 

> incentivo à escrita

Paralelamente, incentiva à prática da escrita, enquanto forma de expressão pessoal, interação e comunicação, e condição para reforçar as próprias capacidades de leitura, ação patente no Quadro Estratégico do Plano Nacional de Leitura 2027.

 

OBJECTIVOS

1. curiosidade e raciocínio

Estimular a curiosidade das crianças e professores pelo mundo da investigação em ecologia, fazendo-as raciocinar acerca de questões cuja resposta desconhecem, e para as quais existe massa crítica em Portugal.

 

2. interacção e respeito

Estimular a participação em grupo e o respeito pela opinião dos outros. 

Estimular a interacção entre disciplinas assegurando uma aprendizagem integrada.

 

3. comunicação de ciência

Tornar os cientistas (mais) conscientes da responsabilidade de partilhar o seu trabalho e saber tornar acessível o seu conhecimento.

bottom of page