COP27 - a opinião de Maria Amélia Martins-Loução, Presidente da SPECO

COP27 - a opinião de Maria Amélia Martins-Loução, Presidente da SPECO

Teve início no passado domingo, dia 6 de Novembro, a 27ª Conferência das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP27), no Egipto.

As alterações climáticas são, segundo o secretário-geral da ONU, António Guterres, o maior problema da humanidade e vão afectar dramaticamente o futuro se nada de substancial for feito.

Inundações, incêndios, ondas de calor, secas, extinção de espécies, degelo, crise de alimentos, aumento dos refugiados climáticos – são realidades cada vez mais presentes no planeta e alguns dos tópicos que estarão em cima da mesa na COP27.

Numa entrevista à TSF, a Presidente da Sociedade Portuguesa de Ecologia admite que ainda não é desta que o mundo vai intensificar a luta contra as alterações climáticas. Maria Amélia Martins-Loução considera que a COP27 promove muita discussão mas pouca acção, e não acredita que seja possível cumprir a meta do Acordo de Paris para limitar o aquecimento global e lamenta que "só quando começarem a faltar recursos" no planeta "é que começamos a perceber que está tudo interligado".

Oiça a entrevista completa aqui.