FunCC – O novo comité de Conservação de Fungos

FunCC – O novo comité de Conservação de Fungos

No passado dia 19 de Fevereiro teve lugar a primeira reunião do FunCC - Fungal Conservation Committee. Susana C. Gonçalves, vogal da Direcção da SPECO e especialista em conservação de fungos, é parte integrante desta equipa que pretende realçar a importância da conservação destes organismos.

As actividades deste comité, presidido por Gregory M. Mueller cientista-chefe do Jardim Botânico de Chicago, centram-se na divulgação científica sobre a importância dos fungos nos ecossistemas, no desenvolvimento de esforços para a sua conservação e num reforço de coordenação entre investigadores e demais colectividades que se dedicam à conservação de fungos.

As actividades principais desta comissão são:

  • Assegurar que as questões referentes à conservação de fungos estão alinhadas com as actividades sa Comissão de Sobrevivência de Espécies – Species Survival Commission (SSC) – e com a IUCN (International Union for Nature Conservation).
  •  Aumentar a sensibilidade sobre a necessidade de conservação e a divulgação sobre os avanços científicos alcançados com os actuais esforços de conservação da SCC, no âmbito do Programa Global de Espécies (Global Species Programme), a Comissão Mundial de Áreas Protegidas  (World Commission on Protected Areas – WCPA) entre outras,
  • Constituir-se como “plataforma” para acumular e coordenar as actividades inerentes à conservação de fungos e centralizar todas as actividades de sociedades e outras comunidades micológicas, de gestão do território e conservação.
  •  Coordenar as actividades de conservação transversais à SCC (e.g., Key Biodiversity Areas (KBA), Green List, Sustainable Use and Livelihoods (SULi), etc.). 
  •  Servir como contacto principal do coordenador da Fungi Network o Centro Global para a sobrevivência de espécies do Zoológico de Indianapolis – Indianapolis Zoo’s Global Center for Species Survival Plant.
  •  Identificar necessidades dos grupos de especialistas e trabalhar com a comunidade de forma a encontrar soluções de liderança, agariar membros e priorizar o desenvolvimento de actividades.
  •  Actualizar, aperfeiçoar e expandir as actuais orientações e directrizes de conservação de fungos, incluindo a sua otimização,

    para diagnosticar as actuais necessidades dos diferentes grupos taxonómicos, cujos protocolos vigentes não funcionam.

 Texto traduzido de: https://www.iucn.org/commissions/species-survival-commission/about/ssc-committees/fungal-conservation-committee

A Comissão