top of page
  • Foto do escritorSPECO

Planta do Ano 2023


A região da Comporta, incluída no Sistema Nacional de Áreas Classificadas, caracteriza-se pela predominância de solos arenosos. Sobre as areias das dunas consolidadas, longe da praia e dos efeitos directos dos ventos e do sal, desenvolve-se uma original cobertura vegetal, resultante da combinação do substrato, do clima mediterrânico temperado pelo oceano Atlântico, e de várias transformações, tanto à escala geológica como humana. A paisagem nesta zona é maioritariamente composta por pinhais de pinheiro-bravo, cuja silvicultura é compatível com o desenvolvimento de tojais dominados pelo tojo-manso (Stauracanthus genistoides), que traz com ele várias outras espécies, muitas delas endémicas, tais como a arméria-do-sado (Armeria rouyana), marcetão-das-areias (Santolina impressa), tomilho-do-mato (Thymus capitellatus) e tojo-do-sado (Ulex australis subsp. welwitschianus). Também sob o coberto do pinhal, apresentam-se de forma dispersa os zimbrais de piorro ou zimbro-galego (Juniperus navicularis) - endemismo ibérico.


A riqueza florística das dunas é imensa está em perigo, ameaçada por diversos factores. Empreendimentos turísticos são um dos grandes motivo de preocupação no que toca à conservação destes ecossistemas. Exemplo disso é a construção de um novo empreendimento de luxo, baptizado “Na Praia”, que está a ser construído inteiramente em cima de dunas.

Campos de horticultura e fruticultura, apesar de menos falados, impactam estes ecossistemas em grande escala. Calcula-se que mais de 1200 ha de pinhal e matos tenham sido destruídos apenas no período entre 2011 e 2019 para dar lugar a culturas intensivas, incluindo pomares de fruteiras e unidades de produção de hortícolas em áreas de Rede Natura 2000.


Com a votação da Planta do Ano 2023, a Sociedade Portuguesa de Botânica pretende dar visibilidade aos impactos gerados pelos campos de horticultura e fruticultura.



Três plantas carismáticas serão as nossas guias para (re)descobrirmos e celebrarmos a flora das areias do Sado. Ao protegermos estas plantas, estamos a proteger o seu habitat e outras espécies que com elas co-habitam.


Vote na Planta do Ano 2023!


Saiba mais sobre as espécies aqui.


Até 23 de Março, vote aqui na Planta do Ano 2023.

A candidata vencedora será anunciada a 26 de Março.



13 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page